Alibaba prevê 500 milhões de clientes no Dia dos Solteiros, a Black Friday da China

João Ortega

Por João Ortega

24 de outubro de 2019 às 12:39 - Atualizado há 1 ano

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

O Dia dos Solteiros é uma história de sucesso da Alibaba, que transformou uma data festiva criada por universitários chineses, na década de 1990, no maior dia de vendas no mundo, por meio do e-commerce, a partir de 2009. Para efeito de comparação, é como se fosse a Black Friday nos EUA, mas com o tamanho do mercado consumidor chinês.

Milhões de clientes da China acessam, no dia 11 de novembro, as plataformas de e-commerce Tmall e Taobao, da Alibaba, desafiando a logística da companhia e gerando receitas inimagináveis aos vendedores.

Assine a newsletter Conexão China e receba conteúdo exclusivo semanal sobre a maior potência inovadora do Oriente!

No ano passado, o grupo Alibaba gerou US$ 30 bilhões em vendas apenas no Dia dos Solteiros, que corresponde a um aumento de 27% em relação ao ano anterior. Participaram do evento 180 mil marcas, das quais 237 venderam ao menos US$ 15 milhões em produtos.

Os vendedores vieram de 230 países, dos quais destacam-se pelo volume Japão, EUA, Coreia do Sul, Alemanha e Austrália. A Cainiao Network, empresa de logística da Alibaba, realizou mais de um bilhão de entregas para cerca de 400 milhões de clientes.

A previsão para este ano é ainda maior. De acordo com o grupo controlado por Daniel Zhang, a expectativa é que o número de compradores suba para 500 milhões no país. Nesta segunda-feira, a Alibaba comunicou que espera, baseando-se nos dados de suas plataformas de e-commerce, 200 mil marcas e mais de um milhão de produtos em promoção no próximo dia 11.

De acordo com Jiang Fan, presidente do Tmall e do Taobao, o foco, nesta edição, não está no aumento da receita em relação ao ano passado. “Esperamos que o festival deste ano gere valor social atraindo mais participantes”, afirmou em coletiva de imprensa. Trazer 100 milhões de novos compradores ao Dia dos Solteiros, que corresponde a um aumento de 25%, será um grande desafio, talvez o primeiro da gestão de Daniel Zhang após a saída de Jack Ma.

Conheça os programas internacionais da StartSe na China