SoftBank emprestará US$ 20 bilhões para funcionários aplicarem em fundo de VC

SoftBank criou o Vision Fund II, de US$ 108 bilhões, dos quais mais de metade virá direta ou indiretamente do próprio SoftBank

0
shares

O conglomerado japonês SoftBank, conhecido mundialmente por investir pesado em startups, vai emprestar até US$ 20 bilhões para que seus funcionários se tornem investidores do Vision Fund II. Este fundo vai promover aportes em startups com foco em tecnologia de ponta, como Inteligência Artificial. As informações são do Wall Street Journal.

Leia também: Como o SoftBank está mudando a dinâmica de fundos de investimento e startups

O SoftBank tem cerca de 400 funcionários, que poderão tomar o empréstimo e participar ativamente dos aportes do conglomerado. O presidente do grupo, o japonês Masayoshi San, deve ser um dos afetados pela medida e tomar até US$ 15 bilhões emprestado.

A previsão é de que Vision Fund II tenha um total de US$ 108 bilhões para investimentos de venture capital. Destes, US$ 38 bilhões virão diretamente do SoftBank e, além dos US$ 20 bilhões levantados pelos funcionários do grupo, os US$ 50 bilhões restantes serão divididos entre investidores alinhados com o projeto, como Microsoft e Apple.

Na primeira edição do Vision Fund, também foi usado o modelo de empréstimo aos funcionários. No caso, de um total de US$ 100 bilhões, a parcela obtida por este meio foi de US$ 8 bilhões. O fundo de VC foi responsável por aportes bilionários no Uber e WeWork (atual The We Company).

Todo empréstimo envolve certo risco. No entanto, quando se fala em emprestar quantias bilionárias a fim de investir em startups, o risco é muito alto (não à toa, a modalidade se chama Capital de Risco). Neste sentido, a medida do SoftBank demonstra a confiança do grupo em suas estratégias e escolhas de investimento.

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários