Na China, bancos estatais recorrem a startups para se digitalizarem

Tencent e Alipay são empresas que cooperam com banco estatal chinês para criar serviços digitais

0
shares

Este artigo foi publicado originalmente por Kapronasia, uma empresa de consultoria e pesquisa independente sediada em Xangai, com foco no setor financeiro e na tecnologia financeira. Acesse aqui o artigo original. 

Os quatro maiores bancos estatais da China, reconhecidos por sua presença massiva no mercado local e laços estreitos com o governo, têm papel decisivo há muito tempo no sistema financeiro chinês tradicional. As instituições bancárias, porém, encaram agora o desafio de desenvolver uma estratégia digital. Dos quatro, apenas um – o China Construction Bank (CCB) – tem uma unidade dedicada à tecnologia financeira.

Por conta do papel estratégico que desempenham nas finanças estatais, é improvável que os quatro bancos vão perder grande fatia de mercado para fintechs digitais. Ainda assim, eles precisam encontrar formas de inovar em seus serviços para se manterem competitivos em relação a contas de pessoas físicas e pequenas empresas. Cooperar com as principais empresas de tecnologia do país pode ser a melhor forma de chegar a este objetivo.

“O ‘boom’ das fintechs na China está forçando bancos a aumentar seu orçamento em tecnologia enquanto chegam a uma nova fase de transformação digital”, disse Pan Guangwei, vice-presidente executivo da Associação Bancária da China, durante evento em Shangai em dezembro.

Mais digital entre os quatro, o CCB lidera os esforços e anunciou neste mês de abril a criação de um laboratório de inovação em parceria com a gigante de tecnologia Tencent. A equipe de computação na nuvem, Tencent Cloud, está à frente do projeto que terá foco em soluções de Big Data e Inteligência Artificial. “Nos últimos anos, a Tencent Cloud coopera com diversas instituições financeiras para exportar produtos tecnológicos à indústria financeira na forma de serviços em nuvem, ajudando-as a criarem serviços mais inteligentes”, afirmou a empresa em comunicado.

A parceria do BCC com a Tencent segue a linha da cooperação que o banco fez em 2017 com a Alipay. No caso, a tecnologia da plataforma digital de pagamento foi utilizada para melhorar o uso de cartões de crédito online e outros serviços do banco estatal. “No futuro, ambos os lados terão reconhecimento mútuo, e a Alipay terá suporte no app mobile de pagamentos do banco”, afirmaram CCB e Alipay em comunicado oficial da época.

No entanto, Pan Guangwei acredita que ainda vai demorar até que os bancos tradicionais tenham serviços pensados especificamente para o meio digital, por conta da falta de talentos em suas equipes de tecnologia. “Os bancos estão em uma posição fraca quando se fala em atrair profissionais que estão nas fintechs, ou evitar perder bons colaboradores para elas”, diz.

As parcerias são fundamentais na era da nova economia, onde mais que nunca o sucesso é fruto da colaboração. A StartSe colabora com 6 parceiros para oferecer conteúdo relevante sobre o que acontece na China. Quer aprender mais sobre a segunda maior economia do mundo? Conheça a Missão China!

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários