Tegma encerra terceiro ciclo do programa de aceleração TegUP Ventures com apresentação de resultados das startups

Avatar

Por Conteúdo Patrocinado

13 de janeiro de 2020 às 17:06 - Atualizado há 5 meses

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

A Tegma finalizou na última quinzena de dezembro de 2019,  o terceiro ciclo de seu programa de aceleração de startups, realizado pela TegUP Ventures. Com a iniciativa, a empresa buscava soluções de tecnologia para oito desafios propostos pelos colaboradores e clientes da Tegma — durante o programa, as startups estiveram em contato com esses dois públicos.

Por fim, seis startups foram selecionadas no ciclo 2019 e durante 90 dias testaram suas soluções e tiveram acesso aos ativos da companhia. Em dezembro apresentaram os resultados dos projetos-piloto co-criados com a Tegma e seus clientes.

Conheça as soluções.

Smart-Tech: especializada em soluções, projetos e produtos na área de controle e automação industrial, apresentou solução para aprimorar o processo de separação de pedidos B2C;

Micromax: desenvolveu protótipo IoT, que permitirá reduzir avarias nos veículos transportados decorrentes de eventuais falhas na amarração das cintas;

Panorama: através do uso de drones, conseguiu otimizar o processo de inventário de produtos paletizados, no Centro de Distribuiçao;

Xmultas: atenderam a necessidade de melhorar a eficiência do processo de monitoramento de multas, por excesso de peso, com automação;

Clarify: validou um modelo colaborativo de roteirização inteligente, específico para uso em navegação de transportes de carga, que pode ser conectado a plataformas como Techcargo, de forma complementar aos produtos populares como Waze;

Byond: Apresentou uma solução que incrementa agilidade e eficiência na inspeção de lacres de cargas, com uso de RFID;

Os próximos passos deste terceiro ciclo incluem a continuidade dos projetos e protótipos aprovados.

Neste ano de 2020, a companhia planeja repetir a iniciativa, buscando sempre evoluir na busca de startups com soluções relacionadas ao universo da logística digital, tanto para aplicar diretamente nas suas operações e de seus clientes, como também para possíveis investimentos, ampliando assim seu portfólio de participação no mundo de plataformas digitais.