M. Dias Branco busca automatizar processos internos e lança desafio no programa Germinar

Conteúdo Patrocinado

Por Conteúdo Patrocinado

29 de março de 2019 às 11:03 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A M. Dias Branco, uma das maiores empresas brasileiras do setor alimentício, está realizando a segunda edição do seu programa de conexão com startups, o Germinar. Em parceria com a Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação e apoio da StartSe, a companhia busca encontrar soluções inovadoras para solucionar dez desafios relacionados às áreas Indústrial, Logística, Marketing e Novos Negócios.

Na área Industrial, a empresa busca soluções para digitalização de processos internos e de procedimentos de Segurança do Trabalho. A digitalização do PDCA é um deles. O Plan-Do-Check-Act é uma ferramenta de melhoria contínua importante nas operações fabris da M. Dias Branco. Porém, a falta de estruturação e organização dos planos gerados e executados reduz a visibilidade das ações tomadas, seus resultados e, consequentemente, o nível de divulgação de boas práticas entre os colaboradores. A companhia busca soluções via aplicativo para gestão centralizada de todos os arquivos numa espécie de portal para gestão compartilhada entre as unidades.

Outro desafio lançado pela M. Dias Branco é o de soluções digitais para LUP. A Lição Ponto a Ponto (LPP) ou Lição de um Ponto (LUP) é uma técnica usada para facilitar a transmissão de conhecimento por meio de desenhos em folhas de papel. Em geral, os colaboradores com mais experiência repassam essas informações aos outros. A M. Dias Branco busca um aplicativo móvel que ajude na elaboração desses treinamentos, com inserção de fotos, vídeos e um mecanismo eficaz de busca.

Por fim, a companhia também deseja automatizar processos de Segurança do Trabalho. Atualmente, os apontamentos de situações de risco, incidentes e acidentes são feitos manualmente, o que gera dificuldades em visualizar ocorrências de outras fábricas e identificar potenciais padrões comportamentais. Diante disso, a M. Dias Branco busca uma solução de imagem e vídeo que facilite o registro de apontamentos e suas resoluções, criando um banco de dados.

Saiba mais: M. Dias Branco busca startups para Logística e Marketing

Como participar?

As startups interessadas em participar destes e outros desafios do Germinar podem se inscrever até o dia 21 de abril. Entre as fases do programa estão as apresentações no Germinar Day, imersão com áreas do negócio e desenvolvimento de piloto. As empresas que mais se destacarem poderão se tornar parceiras ou fornecedoras da companhia e até mesmo receber investimentos. Para saber mais sobre os desafios e se inscrever no Germinar, acesse o site!