Mentoria é destaque no Programa de Aceleração Visa

Companhia também oferece consultorias em inovação, espaço de trabalho e imersão no Vale do Silício para as selecionadas; inscrições para o 2º batch do programa já estão abertas e vão até o dia 30 de junho!

0
shares

Com o Programa de Aceleração Visa, startups de todo o Brasil tem a oportunidade de trabalhar em parceria com a companhia, líder em pagamentos digitais no mundo. As empresas aceleradas recebem mentorias com executivos da Visa e de mercado, consultorias em inovação digital e uma imersão no Vale do Silício.

Fabiano Loures, fundador da startup de seguros Onli, passou pela experiência na edição de 2018. O empreendedor teve sua empresa selecionada no 1º batch do programa. A insurtech desenvolve soluções e plataformas de produtos de seguro 100% digitais. Entre os seus clientes estão seguradoras, corretoras e bancos.

No programa de aceleração, a empresa teve contato com mentores para validar o seu modelo de negócio, ter insights sobre o mercado e aprimorar a solução. “Foi um período de autoconhecimento. Conseguimos entender nosso modelo de negócio, refletir sobre o mercado em que atuamos e as oportunidades”, explica Fabiano. Segundo o executivo, ter o selo de aceleração Visa também trouxe muita visibilidade para a startup.

Mentorias

Durante todo o processo, as startups selecionadas recebem um acompanhamento exclusivo de advisors e mentores Visa que auxiliam as empresas em suas estratégias e visão de negócio. Além disso, os executivos fazem a ponte com clientes e parceiros da companhia, abrindo portas para possíveis parcerias e investimentos.

“A Visa acaba sendo um hub para parceiros, credenciadores, estabelecimentos comerciais, bancos e outras startups. Nós conectamos essas fintechs com pessoas que conhecemos no mercado. Além disso, acompanhamos as empresas para potencializar e validar modelos de negócios, compartilhar conhecimento e validar parcerias”, explica Marcela Pinori, diretora de Desenvolvimento de Negócios da Visa e mentora do Programa de Aceleração.

A executiva apoia as startups desde o primeiro batch do programa da edição de 2018. Segundo ela, o aprendizado é mútuo. “O processo também é muito enriquecedor para os mentores. As startups pensam rápido, fora da caixa e não tem medo de arriscar. O maior aprendizado, portanto, é levar essa experiência para os processos de uma grande corporação”, conta.

As startups também recebem mentorias para aprimorar aspectos regulatórios, de ética e governança. “Normalmente são processos mais delicados, mas toda startup que nasce precisa ter um código de ética e valores básicos”, explica Jeanne Koo Pohli, diretora de Compliance da Visa e também mentora do Programa.

A executiva ajuda as selecionadas com diretrizes e regulações necessárias para atuar no setor. “Sem isso, elas não conseguem investidores. Eles não querem apostar apenas em uma grande ideia, mas em algo seguro. Na mentoria, busco entender as angústias das startups e ao mesmo tempo orientá-las”, explica.

Inscrições 2º batch – edição 2019

As inscrições para o 2ª batch da edição 2019 do programa estão abertas. Nele, a Visa procura empresas com soluções relacionadas a 14 áreas de interesse: Open Banking, Pagamentos, Transações, Gestão Financeira, Big Data, Machine Learning, Inteligência Artificial, Automação Comercial, Gestão de Vendas, Melhoria de processos, CRM, Blockchain, Empréstimo e Mobilidade urbana.

Podem se inscrever até o dia 30 de junho startups que já tenham um modelo de negócio testado e escalável. As empresas selecionadas se apresentarão em um Pitch Day que acontecerá no dia 22 de julho. As melhores soluções serão aceleradas pela companhia. Para saber mais, acesse o site!

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários