Contrate pessoas boas e deixe-as em paz!

Junior Borneli

Por Junior Borneli

12 de março de 2019 às 09:43 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Um dos grandes erros da atualidade é acreditar que a tecnologia é que proporciona as grandes transformações que estamos vivendo.

Na verdade, toda revolução acontece quando as pessoas são colocadas como protagonistas.

São elas – as pessoas – e não as tecnologias, as responsáveis pelos novos modelos de negócios que temos visto nas últimas duas décadas.

O papel da tecnologia é abrir as possibilidades e tornar exponencial toda inovação que as pessoas promovem.

Nesse cenário, ter pessoas capazes de inovar, de pensar diferente e de executar com eficiência é primordial.

Por isso, algumas grandes empresas estão se movendo para encontrar essas pessoas – ou suas inovações.

LinkedIn, por exemplo, anunciou a compra da startup Glint, de recursos humanos.

A empresa é focada em seleçãorecrutamento e retenção de talentos. Os valores da aquisição não foram confirmados, mas especulações dão conta de que o valor foi de 400 milhões de dólares.

LinkedIn possui aproximadamente 600 milhões de usuários e busca novas funcionalidades para melhorar suas atuais ferramentas de recrutamento.

Encontrar esses talentos, aliás, tem sido um desafio.

Empresas como Google e Apple decidiram abrir mão da exigência de diploma acadêmico para seus novos funcionários.

As pessoas estão sendo mais valorizadas por suas habilidades do que for sua formação.

Em outras empresas, como a Netflix, o principal atrativo para contratação de novos talentos é a liberdade.

O lema da empresa, aliás, é “liberdade com responsabilidade”.

Todo mundo é livre para testar coisas novas e trabalhar da maneira como melhor entender, desde que tenha total responsabilidade sobre seus atos.

Em outra gigante da tecnologia, como o Facebook, o lema é “contrate pessoas boas e deixe-as em paz”.

Ou seja, se você tem pessoas boas na sua empresa, elas encontrarão um modo de tornar a companhia melhor, mais produtiva e mais rentável.

Aqui na StartSe, por exemplo, nós não buscamos funcionários.

Queremos empreendedores, pessoas que venham tomar riscos conosco e que também se beneficiem dos resultados.

Aqui não temos cargos, não temos lugares fixos no escritório, distribuímos grande parte dos nossos lucros em forma de bônus e se as pessoas estiverem em linha com suas metas, pouco importa se trabalham do escritório ou de casa.

É um modelo que tem dado muito certo. E no seu caso, como é seu ambiente de trabalho? Compartilhe conosco suas experiências respondendo a este e-mail!

Se quiser aprender mais sobre como aplicar este conceito, aproveite o curso gratuito que gravei.

Clique aqui para se inscrever gratuitamente em meu curso completo “A Jornada do Empreendedor

Um forte abraço,

Junior Borneli — Fundador da StartSe