Sobre Nós
Para Você

NOVO

Para Empresas
Conteúdos
Eventos
Game Changers
Tools
NOVO

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Tools

NOVO

As ferramentas de inteligência artificial desenhadas para o seu negócio

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


Startups B2B: menos reconhecimento, mais crescimento?

Enquanto Uber, Netflix e Nubank atraem a atenção de mais pessoas, as startups B2B geralmente voam abaixo do radar da maioria. Entenda as particularidades dos negócios B2B e suas vantagens - que podem inclusive representar maior oportunidade de crescimento.

Startups B2B: menos reconhecimento, mais crescimento?

startups-b2b-menos-reconhecimento-mais-crescimento (Foto: GettyImages)

, Head de Conteúdo na Captable

8 min

9 ago 2021

Atualizado: 11 jan 2023

Por Victor Marques

Nem só de Nubank, Netflix e Uber é feito o mundo das startups. As startups que estão na boca do povo geralmente têm algo em comum: são negócios B2C, ou seja, para consumidores finais. Faz sentido, se você parar para pensar, são muito mais clientes finais que irão consumir os serviços/produtos desse tipo de startup. Também é muito mais provável que façam parte de conversas e, consequentemente, chamem mais atenção do público geral.

Apesar do menor alcance e de menor fama, as startups B2B também possuem suas vantagens, particularidades e também podem se tornar negócios de sucesso - mesmo que muita gente nunca tenha ouvido falar do negócio, muitas vezes com vantagens do modelo de negócio que se sobressaem às startups B2C.

COMO CRIAR UM NEGÓCIO B2B DE SUCESSO?

O primeiro elemento de uma startup com modelo B2B de sucesso é encontrar um modelo interessante de negócio e validá-lo. Como vantagem, são geralmente serviços em nuvem ou marketplaces de nicho e, portanto, exigem menor investimento inicial. Como dependem de que outras empresas confiem e contratem seu serviço, o networking do empreendedor é essencial, conexões criadas em um cargo em empresa tradicional são valiosas para impulsionar o crescimento da startup.

Além disso, essas experiências anteriores em empresas trazem conhecimento sobre as necessidades e oportunidades dentro do mercado B2B, outra maneira de aprender sobre essas necessidades é ouvindo seus funcionários ou de outras empresas. Negócios B2B, geralmente, dependem de um maior esforço comercial para conquistar novos clientes. Uma equipe de vendas forte é necessária para atrair grandes empresas e, caso busque oferecer para pequenas empresas, pode-se focar os esforços em marketing, principalmente digital.

Assim como em negócios B2C, o atendimento ao consumidor e a experiência dele com sua empresa devem ser prioridade. Por exigir maior investimento para aquisição de clientes - seja através de uma equipe comercial ou de marketing digital - é importante não perdê-los depois de conquistá-los, por isso a experiência dos clientes se torna ainda mais essencial.

POR QUE INVESTIR EM B2B?

Apesar de exigirem cuidados diferentes e serem menos comentadas, as startups B2B representam um segmento com muito potencial de sucesso. Startups B2B, por exemplo, têm mais chances de começar a faturar mais cedo, além de ganharem tração mais rapidamente.

Ainda, na fase inicial, negócios B2B exigem menor investimento de capital para validar seu modelo de negócio quando comparados com o modelo B2C. Depois de validar o modelo, há maior possibilidade de sucesso com poucos clientes, devido à maior estabilidade e recorrência inerente ao segmento. Além disso, negócios B2B sofrem menor impacto da situação macroeconômica do mercado.

Como geralmente atuam em um nicho bastante delimitado, as startups B2B possuem mais dados para conhecer o tamanho do público-alvo, clientes e principais competidores. Em contrapartida, há maior envolvimento da equipe para vender a solução para outras empresas, exigindo que sejam realizadas reuniões, idas a campo e um perfil específico de empreendedor para fazer o negócio decolar.

Para o investidor que já possui experiência empreendendo - geralmente o perfil que se atrai por investir nesse tipo de negócio - fica mais fácil identificar oportunidades, aconselhar a empresa investida e entender o potencial do empreendedor da startup que está buscando investimento. Por isso, a atenção do investidor pode ser maior em relação aos números de vendas, conhecimento de mercado e compreensão geral das necessidades dos clientes por parte do CEO da startup. 

POR QUE IMPORTA?

Embora muitas vezes represente uma grande oportunidade, com menos competição, mais chances de sucesso e mais estabilidade de faturamento, os negócios B2B muitas vezes perdem a atenção do investidor para startups B2C, com serviços mais diretamente benéficos a ele e, muitas vezes, potencial mais compreensível.

A grande dificuldade da busca de investimento para startups com esse modelo de negócio é encontrar investidores que compreendam a atratividade do negócio, as vantagens e o perfil diferenciado dos negócios B2B. É preciso encontrar investidores que entendam que para uma startup B2B é possível crescer tendo 80 clientes, por exemplo, já que cada contrato assinado traz um volume maior de capital do que se comparado a 80 clientes numa startup B2C.

Outra diferença significativa é que negócios B2B costumam apresentar possibilidades de exit, ou seja, o retorno do investimento, mais rapidamente, já que são negócios que atraem os olhos de outras empresas que podem até, inicialmente, contratar o serviço e, vendo o potencial, se interessar por uma aquisição. 

A CapTable, plataforma de investimento em startups da StartSe, permite que qualquer um tenha a oportunidade de investir em startups. Em seus dois anos, a CapTable já captou mais de R$ 32 milhões para mais de 30 startups. Recentemente, a plataforma teve seu primeiro exit com a aquisição do Alter pelo Méliuz, os investidores tiveram mais de 70% de valorização do investimento em nove meses. Cadastre-se e conheça as captações disponíveis.


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Victor Marques é Head de Conteúdo na Captable, maior hub de investimentos em startups do Brasil, que conecta seus mais de 7000 investidores a empreendedores com negócios inovadores. Escreve há mais de dois anos sobre inovação. Formado em Letras e Mestre em Linguística pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo