Sou Aluno
Sobre Nós
Para Você
Para Empresas
Conteúdos
Eventos
Comunidades
Tools
Parcerias

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Tools

As ferramentas de inteligência artificial desenhadas para o seu negócio

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


Comunidades

Amplie seu networking, encontre parceiros de negócios e discuta as maiores tendências e inovações com a alta liderança do mercado


Startups da América Latina à frente do Canadá?

Desde 2019 foram investidos US$ 36,9 bilhões em startups da América Latina. O volume posiciona a região à frente de países como Canadá, Singapura, Israel e Japão.

Startups da América Latina à frente do Canadá?

Em número de rodadas, a América Latina ficou em 5º lugar no mundo, com 5464 rodadas – atrás apenas dos EUA, Reino Unido, China e Índia. (Foto: Unsplash).

, Head de Conteúdo na Captable

5 min

11 set 2023

Atualizado: 11 set 2023

Receba conteúdos exclusivos do AGORA

Fique por dentro das últimas novidades e tendências do mercado com nossos conteúdos exclusivos!

Desde 2019 foram investidos US$ 36,9 bilhões em startups da América Latina. O volume posiciona a região à frente de países como Canadá, Singapura, Israel e Japão – ficamos em 7º lugar na lista, segundo relatório do Distrito em parceria com o Softbank.

À frente da LatAm ficaram EUA, China, Reino Unido, Índia, Alemanha e França. Pode parecer injusto comparar países com a região, mas, em geral, investidores internacionais enxergam a região como um bloco de investimento.

Considerando o número de rodadas (desconsiderando o montante investido), a região ficou ainda melhor posicionada: em 5º lugar, com 5464 rodadas – atrás apenas dos EUA, Reino Unido, China e Índia.

Brasil representando

Segundo o mesmo levantamento, o Brasil é responsável por 62,9% do total de startups da América Latina, seguido por México (11,7%), Argentina (7,1%), Colômbia (6,2%) e Chile (5,1%).

O levantamento reuniu dados dos últimos 10 anos, com o Brasil sempre liderando em número de startups e o México em segundo lugar. Argentina e Colômbia flutuaram mais e revezaram a terceira posição algumas vezes.

A renovação do ecossistema também foi analisada e as notícias são mais desanimadoras nessa frente. O número de novas startups na América Latina passou de 2 mil ao ano – entre 2015 e 2018 –, para 543 em 2022 e apenas 51 contabilizadas em 2023.

Das 22,7 mil startups em operação, o Brasil figura com 13.365 contabilizadas no estudo. Muito à frente do segundo colocado, o México, com 2.487. Com tamanha liderança em número de startups, não surpreende que o Brasil também lidere na representatividade de investimentos na região – 63,9% de todo o capital investido em venture capital na América Latina foi atraído pelo Brasil.

Vale destacar que o percentual cresceu pela primeira vez em 3 anos. Em 2020, o país tinha 65,9% dos investimentos, em 2021 caiu para 59,6% e em 2022 para 58,1%. Ou seja, voltamos a ganhar importância frente aos outros países da região.

Assine a 1248, a newsletter semanal que te deixa informado sobre tudo que acontece no mercado de startups e inovação.

Por que importa?

Embora o mercado de venture capital tenha tido avanços significativos nos últimos anos, a representatividade dele na economia brasileira ainda é pequena. No Brasil, a participação em relação ao PIB em 2022 ficou em 0,2% – número que alcançou 0,6% em 2021 e 0,3 % em 2020. Em 2021, a representatividade era a mesma: 0,2%.

Isso indica que ainda há muito espaço para os investimentos em startups crescerem no Brasil. Em países como a França, o número atingiu 0,5% em 2022, nos EUA era de 0,7%. Em Israel, o VC representou 1,6% do PIB em 2022, menor que em 2021, quando chegou aos 2%.

Na Captable, qualquer um pode investir em startups com os diferentes tipos de veículos de investimento e potencializar as chances de ver a investida crescer. A validação dada pelos players externos também reforça a imagem dos deals frente ao mercado e alarga a avenida de captação disponível para empreendedores com o sonho de construir um grande negócio. Conheça as oportunidades disponíveis e cadastre-se.

Gostou deste conteúdo? Deixa que a gente te avisa quando surgirem assuntos relacionados!


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Victor Marques é Head de Conteúdo na Captable, maior hub de investimentos em startups do Brasil, que conecta seus mais de 7000 investidores a empreendedores com negócios inovadores. Escreve há mais de dois anos sobre inovação. Formado em Letras e Mestre em Linguística pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

Leia o próximo artigo

Receba conteúdos exclusivos do AGORA

Fique por dentro das últimas novidades e tendências do mercado com nossos conteúdos exclusivos!