Sobre Nós
Para Você

NOVO

Para Empresas
Conteúdos
Eventos
Game Changers
Tools
NOVO

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Tools

NOVO

As ferramentas de inteligência artificial desenhadas para o seu negócio

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


Mais uma compra: Americanas agora é dona da Skoob

A gigante varejista adquiriu uma plataforma de conteúdo aliada à rede social que engaja o público leitor. Entenda por que a tendência das aquisições de empresas do segmento só deve aumentar e os motivos por trás da compra.

Mais uma compra: Americanas agora é dona da Skoob

Americanas SA com livros ao fundo

, Head de Conteúdo na Captable

5 min

16 set 2021

Atualizado: 11 jan 2023

Por Victor Marques

Na onda de valorizar conteúdo, a Americanas anunciou a compra da Skoob, rede social focada no compartilhamento da leitura de livros. O movimento é semelhante às aquisições do Canaltech, Estante Virtual e Jovem Nerd pelo Magalu - significa que a intenção é priorizar conteúdo para impulsionar as vendas do e-commerce.

O anúncio da aquisição da plataforma de conteúdo pela Americanas não menciona o valor da aquisição. Na busca de garantir o sucesso na internet, a varejista aposta em conteúdo. Instagram, YouTube e Facebook são plataformas de conteúdo que consomem tempo considerável dos consumidores, com a aquisição, a Americanas busca garantir a atenção de um público específico, os leitores.

A SKOOB

mais-uma-americanas-compra-skoob (Foto: Skoob/Divulgação).

Fundada em 2009 no Rio de Janeiro, a Skoob é uma rede social que permite organizar, em uma estante virtual, leituras atuais, concluídas e futuras. Ainda, oferece a possibilidade de trocar livros, interagir com grupos, ganhar cortesias e participar de sorteios.

São mais de 8 milhões de usuários na plataforma, majoritariamente na faixa dos 16 aos 34 anos. Outro atrativo da plataforma são as resenhas de livros, são mais de 45 milhões de avaliações realizadas até o momento. A Skoob está integrada com outras redes sociais e - fundamental para o interesse da Americanas - possui programa de afiliados que se conecta a sites de e-commerce.

ESTRATÉGIA

A aquisição da Skoob pela Americanas é estratégica: é mais uma maneira da varejista estar em contato no dia a dia dos clientes, o que aumenta o engajamento com a marca, o alcance e o potencial de recorrência dos clientes.

Os reviews de livros, assim como os realizados na Skoob, segundo a Americanas, são importantes alavancas de venda, podendo ampliar em até 40% as conversões de compra na categoria de livros. A categoria também representa uma porta de entrada de novos clientes, os livros são uma categoria com custo de aquisição do cliente até 3,6 vezes menor que a média e os compradores do segmento possuem frequência de compra 50% maior que a média.

POR QUE IMPORTA?

O movimento é especialmente relevante por ser similar à estratégia de outra varejista: o Magazine Luíza. Em 2020, o Magalu adquiriu o Canaltech, a ComSchool e o Estante Virtual; em abril de 2021, adquiriu o Jovem Nerd. Todas, plataformas de conteúdo com potencial de compra e redução do custo de aquisição de novos clientes.

Agora, com a Americanas seguindo pelo mesmo caminho, parece que a estratégia de adquirir plataformas de conteúdo especializado virou tendência. Em uma busca por garantir um custo de aquisição do cliente menor, maior presença no cotidiano dos consumidores e proximidade com os clientes, as aquisições desse tipo de empresa se tornaram cada vez mais frequentes, com tendência de continuar ocorrendo por parte desses e de outros players do segmento.

A CapTable, plataforma de investimento em startups da StartSe, permite que qualquer um tenha a oportunidade de investir em startups. Em seus dois anos, a CapTable já captou mais de R$ 32 milhões para mais de 30 startups. Recentemente, a plataforma teve seu primeiro exit com a aquisição do Alter pelo Méliuz, os investidores tiveram mais de 70% de valorização do investimento em nove meses. Cadastre-se e conheça as captações disponíveis.


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Victor Marques é Head de Conteúdo na Captable, maior hub de investimentos em startups do Brasil, que conecta seus mais de 7000 investidores a empreendedores com negócios inovadores. Escreve há mais de dois anos sobre inovação. Formado em Letras e Mestre em Linguística pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo