Sobre NósPara Você
Para EmpresasConteúdos
Eventos
Game Changers

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Eventos

Jornadas de conhecimento fomentando o aprendizado dinâmico e inovador em diversos formatos e intensidades

Ver todos

Ainda não temos eventos programados. Mas estamos preparando encontros repletos de inovação para você!

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


Artigos
Inovação

Táxi aéreo autônomo: startup investida pela Boeing lança modelo pronto para voar

Mercado de eVTOLs está em pleno crescimento; 4,6 mil unidades do veículo já foram vendidas antes do início de operação no mercado

Táxi aéreo autônomo: startup investida pela Boeing lança modelo pronto para voar

5 min

4 out 2022

Atualizado: 24 nov 2022

Por Tainá Freitas

O táxi aéreo voador poderá ser uma realidade nos céus em breve – pelo menos em fase de testes. A Wisk Aero, startup investida pela Boeing e Kitty Hawk, lançou o Generation 6, o primeiro eVTOL candidato à aprovação da Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos.

De acordo com a Wisk Aero, o veículo está pronto para funcionar e necessita apenas da permissão do órgão regulador. eVTOL é a sigla para “Electric Vertical Takeoff and Landing”, ou decolagem e aterrissagem elétrica vertical. Na prática, são veículos que funcionam como táxi aéreo ou drones tripulados autônomos.

“Ao longo dos últimos 12 anos, nós perseguimos a missão [de entregar voos seguros e diários para todos] através de um desenvolvimento de cinco diferentes gerações de aeronaves”, conta Gary Gysin, CEO da Wisk. “A aeronave Generation 6 é o resultado de anos de trabalho árduo com nossa equipe líder na indústria, aprendizados das gerações anteriores de aeronaves, comprometimento com nossos investidores e a evolução e avanço da tecnologia”.

VOOS COM SUPERVISÃO HUMANA

Agora, a expectativa é de obter permissão para realizar voos contando com a supervisão de pessoas (semelhante a como os carros autônomos estão em teste atualmente). A aeronave Generation 6 é elétrica, tem a capacidade de levar quatro passageiros, pode alcançar a velocidade de cruzeiro de 222 km/h e voar de 760 a 1220 metros acima do solo.

MERCADO EM CRESCIMENTO

A expectativa da Wisk é que o táxi aéreo seja utilizado para o transporte de passageiros por demanda em aplicativos. O modelo de negócios é semelhante ao seguido pela Uber e 99 hoje, mas repaginado: o voo do veículo será acompanhado por humanos, mas de forma remota.

Embora os testes possam começar em breve, a Wisk imagina que a solução esteja presente no mercado em cerca de cinco anos. Além da Wisk, a iniciativa está sendo explorada pela Embraer (através de sua divisão Eve Urban Air Mobility Solutions), Halo, Volocopter e Vertical Aerospace (fornecedor escolhida pela Gol).


A Eve, da Embraer, já possui clientes: a United Airlines adquiriu 200 veículos da companhia. E não foi só isso – a compra veio acompanhada de um investimento de US$ 15 milhões. A expectativa é que os veículos da marca estejam funcionais no mercado antes do Wisk, em 2026.

Segundo a consultoria Revolution Aero, já são mais de 4,6 mil unidades de táxis voadores autônomos encomendadas em todo o mercado. E este é só o início. A expectativa é que o mercado continue crescendo, atingindo US$ 8,5 bilhões até 2025 e US$ 30,8 bilhões até 2030.


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo