Sobre Nós
Para Você

NOVO

Para Empresas
Conteúdos
Eventos
Game Changers
Tools
NOVO

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Tools

NOVO

As ferramentas de inteligência artificial desenhadas para o seu negócio

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


A cleantech que transforma lixo em dinheiro

Conheça a Trashin, cleantech de economia circular que já possui Havaianas, P&G e outras gigantes como parceiros.

A cleantech que transforma lixo em dinheiro

cleantech-transforma-lixo-em-dinheiro

, Head de Conteúdo na Captable

6 min

18 mai 2021

Atualizado: 11 jan 2023

Por Victor Marques

É comum que empresas que desejam ser mais sustentáveis, por política própria ou para se adequar aos parâmetros do ESG, encontrem dificuldades no processo: dificuldade para centralizar a gestão de resíduos, baixos índices de reciclagem e aproveitamento dos resíduos e dificuldade na rastreabilidade decorrente da falta de transparência nos dados. 

Com tantos problemas, apenas 3% dos resíduos gerados no Brasil são destinados corretamente e somente 18% dos municípios oferecem coleta seletiva. Estima-se que mais de 80 milhões de toneladas anuais sejam geradas no país e o mau aproveitamento dos resíduos gera desperdício de R$ 14 bilhões.

Tendências legislativas e métricas como o ESG estão fazendo com que empresas revejam suas estratégias com o objetivo de atingir melhores índices socioambientais até o final da década. Com isso, ações de sustentabilidade de longo prazo são cada vez mais procuradas. 

Os benefícios de adotar práticas sustentáveis também são econômicos: segundo relatório do Itaú Asset, empresas que adotam o ESG aumentam seu lucro, diminuem custos, reduzem problemas legais, ampliam a produtividade e potencializam seus investimentos.

Surfando na tendência das startups que são ESG Enablers, a Trashin resolveu esses problemas e conquistou grandes clientes. Saiba mais sobre a startup.

A TRASHIN

Através da gestão 360º dos resíduos, a startup simplificou o processo completo: da coleta à transformação ou descarte adequado - buscando valorizar o resíduo. A tecnologia da startup permite gerar renda e transformar problemas em recursos. Aliados à tecnologia, gestão, marketing e logística reversa possibilitam atender personalizadamente cada cliente.

As vantagens das práticas sustentáveis facilitadas pelas soluções da Trashin vão além de ganhos de percepção positiva da marca e atender aos requerimentos ESG - há ganho de capital ao processar corretamente os dejetos e reaproveitar materiais de forma otimizada: com a pandemia, houve aumento na escassez de recursos e nos preços de diferentes matérias-primas, os resíduos são uma alternativa para suprir essa demanda.

A solução da startup já conquistou a confiança de grandes clientes: Havaianas, P&G, Movida, Parque Ibirapuera, Shopping D e outros 50 nomes já integram sua base de clientes ativos. Além dos clientes, a startup foi reconhecida em diversas premiações, tendo ficado no top 10 do Ranking das Cleantechs da 100 Open Startups 2020 e no top 6 do prêmio Amcham Arena em 2020.

indicadores-fornecidos-pela-startup-podem-ser-utilizados-em-materiais-de-esg

EVOLUÇÃO

Acelerada pela Ventiur e tendo recebido investimento de 429 investidores através da CapTable, a Trashin cresce rapidamente. Desde 2019 o faturamento da startup cresceu 10x, sua equipe passou de 5 para 22 pessoas, o faturamento mensal cresceu de R$ 12 mil para R$ 200 mil e a previsão de faturamento anual em 2021 é de R$ 2 milhões.

Com a evolução dos contratos, fazendo a logística reversa do produto mais icônico do Brasil, as Havaianas, e modelo escalável de negócios, a startup tem tudo para conquistar cada vez mais espaço no mercado green - impulsionada ainda pelas regulações e tendência do ESG nas empresas.

tecnologia-da-startup-permite-reduzir-pegada-de-carbono

POR QUE IMPORTA?

O segredo para o sucesso está na criação de projetos replicáveis, escaláveis e sustentáveis, trazendo cases de sucesso em gestão de resíduos como comprovação de que há vantagens compostas trazidas para as empresas que possuem iniciativas como a gestão de resíduos e logística reversa. A Trashin está em sua segunda rodada de captação na CapTable, a maior plataforma de investimento em startups do Brasil, em uma rodada bridge, como são conhecidas as rodadas de investimento que fazem a ponte entre rodadas Seed e Série A. Conheça a oferta completa e seja sócio da startup! 


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Victor Marques é Head de Conteúdo na Captable, maior hub de investimentos em startups do Brasil, que conecta seus mais de 7000 investidores a empreendedores com negócios inovadores. Escreve há mais de dois anos sobre inovação. Formado em Letras e Mestre em Linguística pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo