Sobre Nós
Para Você

NOVO

Para Empresas
Conteúdos
Eventos
Game Changers
Tools
NOVO

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Tools

NOVO

As ferramentas de inteligência artificial desenhadas para o seu negócio

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


Fim do Google? O que é e como funciona o ChatGPT, a inteligência artificial da OpenAI

O ChatGPT tem sido considerado uma das tecnologias mais disruptivas e já conta com mais de 1 milhão de usuários. Entenda o porquê

Fim do Google? O que é e como funciona o ChatGPT, a inteligência artificial da OpenAI

, Jornalista

5 min

8 dez 2022

Atualizado: 30 jan 2023

Lançado há pouco mais de uma semana, o ChatGPT mostra os potenciais da inteligência artificial. No dia 5 de dezembro, a marca já havia batido 1 milhão de usuários, segundo o CEO da OpenAI, Sam Altman. 

O buzz em torno do chat se deve a tudo que ele entrega. Os usuários já desafiaram o robô com todos os tipos de perguntas, incluindo criação de música e poemas. O The Times o descreveu como o “primeiro chatbot verdadeiramente útil do mundo”.

Mas de onde surgiu o ChatGPT?

O ChatGPT (também buscado como Chat GPT) é fruto da OpenAI, uma instituição sem fins lucrativos focada em pesquisa em inteligência artificial (IA). Ela foi fundada por Elon Musk e Sam Altman e o lançamento mais recente foi o sistema chamado ChatGPT, especializado na geração de textos a partir de um comando. Ele já é uma evolução – dois anos atrás, a versão GPT-3 havia escrito todo um artigo publicado no Jornal The Guardian

Exemplo de pergunta respondida pelo ChatGPT da Open AI (foto: StartSe)

Thumbnail do vídeo

Como funciona o ChatGPT da OpenAI?

O serviço, que está disponível gratuitamente, possui várias funções diferentes, incluindo responder perguntas, resolver equações matemáticas, escrever textos, depurar e corrigir códigos, traduzir entre idiomas, criar resumos de textos, fazer recomendações, classificar coisas e explicar o que algo faz, como um bloco de código. 

Ele foi treinado usando o Reinforcement Learning from Human Feedback, um método que utiliza o feedback humano para ajustar os modelos de IA. Baseado no modelo de linguagem GPT-3.5, a ferramenta pode simplificar o dia-a-dia de muita gente pela qualidade das informações entregues.

Ele não faz pesquisas na internet nem faz cruzamento de dados externos. Todo o seu raciocínio é feito a partir das informações de texto que foram inseridas nele. Inclusive, quando perguntado, o próprio ChatGPT explica que é incapaz de criar novas coisas, apenas interpretar e esclarecer com base no que já sabe.

Exemplo de pergunta respondida pelo ChatGPT da Open AI (foto: StartSe)


Como usar o ChatGPT?

A experiência é bem simples e direta. Para quem utiliza assistentes virtuais como Siri ou Alexa, a ideia é a mesma: basta dar um comando e a resposta vem.

  1. O primeiro passo é acessar o site aqui (você vai ser direcionado à página inicial);
  2. Crie uma conta, se for a primeira vez que estiver usando, clicando em “Sign up”, insira um e-mail válido e cadastre uma senha;
  3. Ao entrar, a plataforma vai te dar instruções, então leia com atenção. Depois, selecione uma categoria para o uso e dê o comando;
  4. Para ver todas as opções de ferramentas disponíveis (tem muita coisa), clique aqui.

Como a grande promessa é que o chat ofereça uma conversação fluida, suas respostas são rápidas e complexas. Como ele está fazendo muito sucesso e tendo muitos acessos, pode ser que a página demore um pouco para ficar disponível. Até porque, a ferramenta é gratuita - por enquanto - e não tem limite de uso. 

Para evitar problemas, a OpenAI utiliza o Moderation API, que é um sistema de moderação baseado em IA que foi treinado para determinar se o conteúdo vai contra as diretrizes. Ainda assim, a empresa diz que existem falhas e que o sistema de moderação precisa ser otimizado. 

Onde você pode usar o ChatGPT?

Muita gente já colocou o ChatGPT à prova e os resultados foram textos completos. A área acadêmica, por exemplo, se surpreendeu com a qualidade dos artigos elaborados pela inteligência artificial. A produção, avaliada por pares (que não sabiam que um robô havia criado), foi vista como exemplar. 

Mas ele também pode simplificar a vida de muita gente. Ele encontrou erros de códigos e também entregou explicações de conceitos que parecem complexos de forma mais acessível – até em forma de poema, veja só. A nossa redação testou e conseguiu criar posts para as redes sociais e levantar dicas de liderança. Para as empresas, pode ser uma engrenagem na produção de conteúdo, trazendo novas ideias, sugestões e direcionamentos. 

Já existem cases de uso no marketing, como o da CarMax Inc, que usou o OpenAI por meio da nuvem da Microsoft (financiadora do projeto) para criar milhares de resumos de avaliações de clientes para carros usados ​​que está comercializando, mostra um estudo de caso no site da Microsoft .

ChatGPT vai ser pago?

Depois do CEO dar indícios de que a monetização era necessária, já que os custos estavam aumentando, a plataforma anunciou que vai lançar uma versão paga da plataforma. 

O The Verge divulgou prints enviados por usuários que estão testando e o valor divulgado é US$ 42 (algo em torno de R$ 210). A proposta é entregar, futuramente, uma futura versão premium que daria acesso livre à plataforma 100% do tempo, sem limitações de mensagens trocadas e funcionando pausas.

Além disso, a Reuters apurou que a empresa espera US$ 200 milhões em receita no próximo ano e US$ 1 bilhão até 2024, o que deve trazer desdobramentos do que vimos até agora com o ChatGPT. 

Também vale lembrar que ao abrir a lista de espera pata usuários que gostariam de ter a versão paga do ChatGPT, a OpenAI chamou o serviço de “ChatGPT professional”, dando indícios que ele seria indicado para uso empresarial. Além disso, a empresa questiona o valor que seria justo para o uso da plataforma com os benefícios anunciados, questão que parece estar frustrada diante dos possíveis US$ 42.

Outras ferramentas de IA como o ChatGPT

Cristiano Kruel, líder de inovação da StartSe, diz que “a Inteligência Artificial já vinha transformando o backend das operações das empresas mais tech. Mas agora, esta nova onda de aplicativos sugere uma invasão de AI também no front end.”

Isso porque não só o ChatGPT tem dado um show de audiência, como também apps geradores de imagens, como o IA DALL-E 2, lançado para desenvolvedores usarem em seus aplicativos. A Microsoft está lançando o Designer, site semelhante ao Canva.

A Microsoft e a OpenAI também anunciaram o DALL-E 2, que será implementado para que usuários criem imagens exclusivas. 

Por que importa?

Depois de anos, a Inteligência Artificial (IA) ganha usos mais próximos dos usuários, gerando curiosidade, mas também possibilidades. O Lensa, por exemplo, viralizou recentemente ao oferecer avatares únicos a partir das fotografias utilizando IA - cobrando pelo uso.

Agora, com o ChatGPT, parece que até o Google ficou temeroso. Ao comentar um tuíte sobre a ferramenta, o programador Paul Buchheit, principal criador do Gmail, deu dois anos para que o sistema de buscas seja eliminado pela inteligência artificial. A gente viu o Google engolir as páginas amarelas, agora ele assisti o avanço da Inteligência Artificial. 

Ainda em fase de testes, o robô não faz previsões e usa informações disponíveis até 2021, mas não compartilha a fonte. Ele tem um caminho para melhorar, mas avançou rapidamente e surpreende como uma das tecnologias mais disruptivas


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Jornalista focada em empreendedorismo, inovação e tecnologia. É formada em Jornalismo pela PUC-PR e pós-graduada em Antropologia Cultural pela mesma instituição. Tem passagem pela redação da Gazeta do Povo e atuou em projetos de inovação e educação com clientes como Itaú, Totvs e Sebrae.

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo