Sobre Nós
Para Você

NOVO

Para Empresas
Conteúdos
Eventos
Game Changers
Tools
NOVO

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Tools

NOVO

As ferramentas de inteligência artificial desenhadas para o seu negócio

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


As 10 startups em alta no Brasil segundo LinkedIn

Confira a lista Top Startups 2021 do LinkedIn no Brasil e saiba como essas empresas estão se destacando ao público e aos fundos de investimento.

As 10 startups em alta no Brasil segundo LinkedIn

C6 Bank (foto: divulgação)

, jornalista da StartSe

6 min

23 set 2021

Atualizado: 23 jan 2023

Por Tainá Freitas

O ecossistema de startups está cada vez mais competitivo no Brasil. Em três anos, o país saiu de 0 para 17 unicórnios – startups avaliadas em mais de US$ 1 bilhão. Esse não é, no entanto, o único critério para o sucesso: crescimento no número de funcionários, interesse por vagas, engajamento de usuários e atração de profissionais são outros parâmetros interessantes.

E é com base nessas quatro verticais que o LinkedIn elegeu as dez startups em alta no Brasil em 2021. O time editorial da rede social corporativa levou em conta as preferências de mais de 774 milhões de usuários globais para elaborar o ranking. Foram avaliadas apenas as startups independentes, de propriedade privada, fundada há sete anos ou menos, que tenham mais de 50 funcionários e matriz no Brasil.

POR QUE ESTÃO EM ALTA?

Há alguns pontos em comum entre as Top Startups de 2021. Rafael Kato, editor-chefe do LinkedIn na América Latina, destaca: “Temos uma lista muito forte em inovação com o oferecimento de serviços digitais que foram reforçados pela necessidade do isolamento social causado pela pandemia, como serviços financeiros, negócios ligados à logística e frete com o fortalecimento dos e-commerces. Além disso, percebemos também a presença de companhias que disponibilizam produtos que fazem parte do dia a dia das pessoas, como banco digital e delivery de alimentos”, afirma.

CONFIRA A LISTA COMPLETA DE TOP STARTUPS 2021:

  1. C6 Bank - banco digital - unicórnio
  2. Neon - fintech de conta digital
  3. Gupy - rhtech - startup de tecnologia para recursos humanos
  4. Kestraa - gestão e operação de comércio exterior
  5. Mandaê - serviço de entrega para e-commerce
  6. Loft - plataforma digital de compra e venda de imóveis - unicórnio
  7. Dengo Chocolates - foodtech focada em chocolate
  8. DataSprints - análise de dados
  9. Kovi - aluguel de carros
  10. Liv Up - foodtech com foco em alimentos saudáveis e ultracongelados

Essas companhias têm se destacado não apenas pela opinião pública no LinkedIn, mas pelo investimento do capital de risco. A maioria delas possui grandes investidores apostando no negócio. Os aportes mais recentes são:

INVESTIMENTOS EM 2021

Loft

Investimento de US$ 425 milhões recebido em março de 2021, em uma rodada série D. A empresa foi avaliada em US$ 2,2 bilhões e se tornou a maior proptech (startup do mercado imobiliário) na América Latina. 

O aporte foi liderado pelo fundo norte-americano D1 capital e contou com a participação do Advent International, Altimeter Capital, Canada Pension Plan Investment Board, DST Global, Emerging Variant/Soros, Silver Lake, Tarsadia Capital e Tiger Global. Também participaram da rodada investidores existentes, incluindo Andreessen Horowitz, Caffeinated Capital, Fifth Wall Ventures, Monashees, QED Investors, Vulcan Capital e Zigg Capital.

Kovi

fundadores-da-kovi-adhemar-milani-e-joao-costa (Foto: Kovi/Divulgação).

Em agosto deste ano, a Kovi, startup de aluguel de carros, recebeu um aporte de R$ 500 milhões. A rodada Série B foi liderada pelo Valor Capital Group (que também investiu na Loft) e Prosus Ventures. Além disso, também contou com participação da Globo Ventures, Monashees, Global Founders Capital, Maya Capital, ONEVC, Norte, Pipo, Ultra Venture Capital, e Quona.

Liv Up

porcoes-individualmente-congeladas-foi-a-aposta-da-livup-para-unir-alimentos-saudaveis-e-praticidade

Em junho de 2021, a Liv Up recebeu um aporte de R$ 180 milhões, em uma rodada série D liderada pela Lofoten Capital, com Rob Citrone, Luiz Otavio Campos, Cadonau, Milton Seligman, Ricardo Rolim ,Christian Egan, ThornTree Capital Partners e a Kaszek Ventures.

Mais recentemente, em 21 de setembro, a companhia fez uma extensão do investimento e recebeu mais R$ 50 milhões da Globo Ventures. 

C6 Bank

O banco digital C6 Bank deu boas-vindas a um novo sócio em junho de 2021: o JP Morgan Chase, um banco gigante norte-americano. O JP Morgan adquiriu 40% da fintech por um valor não revelado.

Pela primeira vez, todas as startups unicórnios do Brasil estarão reunidas em um só lugar. E você pode conferir de graça e sem sair de casa, no maior festival de inovação e empreendedorismo da América Latina!  Inscreva-se já no SVWC 2021!


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero. Apresenta o podcast Agora em 10 na StartSe e também atua na área de Comunidades na empresa. É especialista em inovação, tecnologia e negócios.

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo