Isabella Carvalho

Imagem do último artigo número 1

Com machine learning, a Tibber compra eletricidade de acordo com melhores preços, repassa ao consumidor e mede o consumo da casa, enviando alertas personalizados

Imagem do último artigo número 1

Com o objetivo de facilitar negociações, a Sem Processo criou uma plataforma online que já atende mais de 50 empresas de diversos setores

Imagem do último artigo número 1

A Apple foi uma das primeiras empresas a identificar a tendência com a criação da Siri — desde então, a tecnologia tem se tornado cada vez mais popular

Imagem do último artigo número 1

Com os assistentes virtuais, se tornou mais fácil agendar reuniões, ter informações de trânsito, fazer ligações e até mesmo cozinhar

Imagem do último artigo número 1

De baristas virtuais à serviços de seguros, a tecnologia tem sido usada para aprimorar o atendimento e atrair o público

Imagem do último artigo número 1

As empresas desenvolveram soluções integradas aos assistentes virtuais de voz para oferecer serviços de entrega, facilitar transações financeiras e disponibilizar conteúdos de livros

Imagem do último artigo número 1

No varejo, as marcas estão adotando assistentes como Alexa e Siri para interagir com o cliente; em Nova York, a H&M usou a tecnologia para criar um espelho inteligente

Imagem do último artigo número 1

Segundo a PwC, 59% dos brasileiros desejam adquirir um dispositivo como Amazon Echo ou Google Home. Apesar dos números, o uso no país ainda é incipiente

Imagem do último artigo número 1

Além de estacionar na ida, a solução criada pela Stanley Robotics é capaz de saber quando o cliente voltará e busca o carro no estacionamento

Imagem do último artigo número 1

O aplicativo é capaz de descrever objetos e pessoas dentro de uma foto, embalagens de produtos e imagens de outros aplicativos