Startup de bikes compartilhadas quer estar em 30 cidades no Brasil até 2021

A Loop Bike Sharing oferece o compartilhamento de bicicletas em Porto Alegre; startup planeja estar em 30 cidades até 2021

0
shares

Se antes o bike sharing no Brasil era possível apenas através das iniciativas de grandes bancos – como o Bradesco e Itaú -, agora é possível escolher qual o serviço mais adequado para você. Startups estão surgindo no país trazendo mais opções de bikesharing, com ou sem estações e até com estações virtuais.

Esse é o caso da Loop Bike Sharing. A startup foi criada no Desafio Empreendedor da UFRGS em 2015 a partir da necessidade dos próprios fundadores de se deslocarem em curtas e médias distâncias nas cidades. A Loop se diferencia por possuir “estações virtuais” – estabelecimentos comerciais parceiros onde os ciclistas podem retirar e devolver bicicletas.

Para usar uma bicicleta Loop, o usuário deve baixar o aplicativo em seu smartphone e escolher o “Loopoint” (como são chamadas as estações virtuais) mais próximo. O segundo passo é reservar a bicicleta para garantir que ela estará lá até o usuário chegar ao local. Ao encontrá-la, o usuário aperta apenas um botão no aplicativo e o cadeado é desbloqueado digitalmente.

Focada em B2B e B2C, a Loop conta com planos de assinatura mensais e diários para cada consumidor e espaço de mídia nas bicicletas para empresas que desejam anunciar. Além disso, a startup conta com a geração de leads através de um portal de informações sobre a marca.

Além de ter nascido em um programa de empreendedorismo, a startup já recebeu mentoria através de iniciativas do Sebrae, Semente Negócios, SAP, RedEmprendia e outros. Para iniciar suas operações – que se concentram em Porto Alegre por enquanto -, a startup também passou por algumas rodadas de investimentos (através de equity crowdfunding, crowdfunding, venture capital e investimento-anjo).

“Agora estamos em fase de crescimento e tração, fechando com os primeiros clientes e iniciando mais uma rodada de captação para expandir a Loop para 3 novas cidades”, afirma Alexandre Mattos, Head of Negócios da Loop Bike Sharing. O objetivo da startup é replicar o modelo em outras cidades do Brasil e América Latina, focando em pequenas e médias cidades. “Nosso objetivo é estar presente em 30 cidades até 2021”, explica Mattos.

A Loop Bike Sharing será uma das startups presentes na Startup Village do Mobility Day, evento que reunirá todas as soluções que estão transformando a mobilidade urbana. O evento é nesta sexta-feira, em São Paulo – não perca essa chance e confira aqui!

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários