Redpoint eventures lidera investimento em fintech de empréstimos Nobli

A startup, que nasceu do laboratório de inovação do Banco Central, oferece empréstimos pessoais utilizando investimentos como garantia

0
shares

Depois de apostar no mercado de seguros e imobiliário, com investimentos na Minuto Seguros e Housi, a Redpoint eventures liderou uma nova rodada de aporte. Dessa vez, o fundo, focado em startups de tecnologia, investiu na Nobli, fintech brasileira que oferece empréstimos pessoais de curto ou médio prazo.

A startup nasceu no LIFTlab, laboratório de inovação do Banco Central do Brasil, e oferece um processo de empréstimo 100% online. O cliente se cadastra, informa o valor necessário e seleciona alguns de seus investimentos para servirem como garantia ao empréstimo. Em seguida, recebe o dinheiro enquanto sua aplicação continua rendendo — ou seja, não precisa abrir mão do que já investiu. A Nobli só movimenta a quantia em caso de inadimplência.

"Combinando um empréstimo extremamente barato com uma custódia segura e transparente das garantias, nossos clientes contam com uma linha de liquidez imediata que pode ser utilizada para qualquer finalidade e sem comprometer o orçamento” ressaltou Regio Martins, fundador da startup, em um comunicado.

A empresa ainda usa algoritmos de inteligência artificial e blockchain para analisar o perfil de crédito e carteira de investimentos de cada cliente, sugerindo as aplicações mais adequadas como garantia para cada tipo de empréstimo. 

"A Nobli adotou uma abordagem disruptiva para revolucionar o mercado de crédito no Brasil”, afirmou Anderson Thees, sócio da Redpoint eventures. "Por meio de sua plataforma digital, os clientes podem usar praticamente qualquer tipo de investimento como garantia, e esses recursos podem ser oriundos de qualquer banco ou corretora, para obter liquidez quase imediata na forma de empréstimos de baixo custo”, completou.

As empresas não divulgaram o valor do investimento. Segundo Martins, a Nobli se prepara para conquistar novos parceiros. “Estamos estabelecendo parcerias com corretoras de varejo para que os clientes delas possam ter acesso a esse novo produto, que vai além do margin lending [empréstimo de margem] tradicional, cujos ativos elegíveis, limites e possibilidades de uso são mais restritos”, ressalta.

Construtech 2020: Venha conhecer as tecnologias e os novos negócios que estão transformando a cadeia da construção

Edtech 2020: Saiba como as novas tecnologias para a educação estão transformando os negócios

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários