Amazon Web Services cria plataforma de nuvem para testes de robôs

A Amazon Web Services lançou o AWS RoboMaker na expectativa que o tempo de desenvolvimento de aplicações robóticas seja reduzido

0
shares

A Amazon Web Services, serviço de nuvem da gigante do varejo, está lançando uma nova ferramenta: uma plataforma para desenvolvimento de aplicações em robótica. Chamada de AWS RoboMaker, a nuvem será o local onde desenvolvedores poderão criar e testar robôs.

A intenção da Amazon é de acelerar o tempo de criação e processamento de robôs. Além da plataforma, a varejista disponibiliza machine learning e analytics para auxiliar no desenvolvimento.

No anúncio, a varejista ressalta como os robôs estão se tornando parte de nossas vidas de diferentes formas. Os exemplos citados são a execução de “tarefas tediosas” e a distribuição de inventários em armazéns – iniciativa adotada inclusive pela própria.

A Amazon descreve, ainda, o processo difícil que é criar um robô. “Implementar inteligência robótica como reconhecimento de objetos, processamento de linguagem natural ou movimentos autônomos requerem o conhecimento de machine learning de um cientista de dados”, diz no anúncio.

A AWS RoboMaker permite que os desenvolvedores testem suas aplicações em diversos simuladores ao mesmo tempo.

“Quando falamos com nossos clientes, vemos diferentes padrões repetidos diversas vezes. Eles passam muito tempo criando uma infraestrutura e combinando softwares de diferentes estágios do ciclo de desenvolvimento dos robôs, repetindo trabalho que outros já fizeram antes, levando menos tempo para a inovação”, disse Roger Barga, gerente geral da AWS RoboMaker.

A iniciativa está disponível na AWS de Virgínia e Oregon, nos Estados Unidos, e na Irlanda. A previsão é que seja expandida para outras regiões em 2019.

A Amazon e os robôs

Ironicamente, o lançamento da AWS RoboMaker acontece dias depois de um grande protesto contra a varejista. Na Black Friday que aconteceu neste dia 23, funcionários de diversos países fizeram greve devido a más condições de trabalho em armazéns da Amazon.

Em vídeos e cartazes, uma frase era repetida pelos funcionários da Amazon frequentemente: “Amazon, nós não somos robôs”.

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários