A Magazine Luiza tinha tudo para ficar obsoleta. Tinha...

Fundada há mais de 60 anos, a Magazine Luiza se tornou referência em inovação graças à criação do LuizaLabs, uso de smartphones nas lojas físicas e outras iniciativas

0
shares

Fundada em 1957, a Magazine Luiza tinha tudo para ficar no tradicional. Mas, ao decorrer dos anos, a companhia se reinventou e virou uma das principais referências em inovação no varejo brasileiro.

A transformação digital da Magazine Luiza começou em 2000, quando a empresa lançou suas vendas pela internet.  De lá para cá, os resultados são imensos. Para ter uma ideia, no terceiro trimestre de 2018, a empresa faturou 4,4 bilhões de reais, sendo que 1,7 bilhão de reais (38%) veio do comércio eletrônico.

Leia mais:

Os números são reflexos de uma mudança que aconteceu, em grande parte, graças ao LuizaLabs, o laboratório de inovação da varejista.

Criado em 2011, ele era formado, inicialmente, por um time de cinco pessoas responsáveis pelo projeto Magazine Você — o comércio eletrônico social da empresa que permite aos usuários selecionar produtos do site da Magazine Luiza, criar suas lojas e receber uma porcentagem pelos produtos vendidos. A plataforma cresceu e, hoje, se tornou uma das principais fontes de renda de alguns comerciantes.

Além do Magazine Você, o LuizaLabs passou a desenvolver outros projetos, e hoje é responsável por toda a área de tecnologia da companhia. O laboratório tem sedes em São Paulo, Franca e Itajubá, em Minas Gerais. Ao todo, são cerca de 400 pessoas atuando em frentes de processo, produto e tecnologia.

Mudança nas lojas físicas

Outra iniciativa da empresa para se digitalizar foi investir em mobile dentro das lojas físicas.

Ao entrar em uma das unidades da marca, os clientes são atendidos por vendedores que carregam um celular para finalizar as compras de qualquer lugar, eliminando as longas filas e agilizando os processos. A medida é tão impressionante que o tempo médio de atendimento caiu de 40 para 10 minutos.

A Magazine Luiza tem também o Mobile Entrega, que fornece a localização dos pedidos feitos online ao cliente direto pelo aplicativo, permitindo a eles receber mais rapidamente as atualizações da entrega.

Mas a empresa também aposta no Retire na loja, um sistema que permite aos clientes que compram online pegar o produto nas lojas físicas, o que traz um ganho de agilidade para a empresa e o consumidor. Além disso, a companhia criou o Lu Conecta, com um pacote de serviços para smartphones.

Recentemente, a companhia anunciou mais um passo nessa jornada: a compra da Softbox, uma startup de Minas Gerais, que oferece soluções para o varejo digital. A iniciativa apenas reforçou a estratégia da Magazine Luiza de ampliar sua cadeia de vendas e se aliar à outras varejistas e indústrias.

Especial Varejo do Futuro

Junte-se a mais de 400.000 Empresários e Profissionais Para Conhecer os Negócios Mais Disruptivos do Mundo!

switch-check
switch-x
Nova Economia
switch-check
switch-x
Empreendedores
switch-check
switch-x
Investimentos
switch-check
switch-x
Startups
switch-check
switch-x
Ecossistema

Comentários