James Murdoch substituirá Elon Musk na presidência do conselho da Tesla?

As notícias sobre a possível sucessão na Tesla surgem após o acordo da fabricante de carros elétricos com a SEC, órgão que protege os investidores norte americanos, que propõe que Musk deixe a presidência do conselho da montadora

James Murdoch substituirá Elon Musk na presidência do conselho da Tesla?

As notícias sobre a possível sucessão na Tesla surgem após o acordo da fabricante de carros elétricos com a SEC, órgão que protege os investidores norte americanos, que propõe que Musk deixe a presidência do conselho da montadora

0
shares

O presidente-executivo da Twenty-First Century Fox, James Murdoch, está deixando o comando da empresa. Com a saída, ele se tornou o principal candidato para substituir Elon Musk como presidente do conselho da Tesla, de acordo com informações do Financial Times (FT), que conversou com duas pessoas próximas ao assunto.

Murdoch, que é diretor não-executivo da Tesla, sinalizou que deseja ficar com o posto, segundo a reportagem do FT. Na Twenty-First, após o grupo de mídia concluir a venda de grande parte de seus ativos para a Walt Disney, Murdoch deve ser sucedido por seu irmão, o Lachlan Murdoch.

As notícias sobre a troca da presidência do conselho de administração da Tesla surgem logo após o acordo da empresa com a Securities and Exchange Comission (SEC), instituição que protege os investidores norte americanos,

que propõe que Musk deixe a presidência do conselho da montadora. Além disso, a SEC obriga tanto a companhia quanto Elon Musk a pagar uma multa de US$ 20 milhões cada.

A saída da presidência e a multa são fruto de uma alegação de que Musk teria mentido quando postou em seu twitter que a Tesla teria um financiamento garantido para torná-la privada. Essa não foi a primeira vez que Musk causou polêmica no twitter: ele criticou a SEC, mentiu sobre o valor das ações da Tesla, chamou um mergulhador de pedófilo - e se desculpou, e até mesmo fez brincadeiras sobre uma possível falência da montadora.

Dessa vez, Elon Musk usou o twitter para desmentir a informação da Financial Times, alegando que a reportagem é falsa. O CEO da Tesla disse também que o comunicado que afirma que ele favoreceu Antonio Gracias, diretor independente da Tesla, é mentiroso.

Baixe já o aplicativo da StartSe

App StorePlay Store

Assine nossa newsletter

switch-check
switch-x
Nova Economia
switch-check
switch-x
Empreendedores
switch-check
switch-x
Startups
switch-check
switch-x
Ecossistema
Mais em Startups