Jack Ma investe US$ 250 mil em startup da Nigéria vencedora de prêmio africano

Ao todo, o empreendedor chinês distribuiu US$ 1 milhão para as dez finalistas e afirmou que “África é a China de 20 anos atrás”

0
shares

Neste sábado (16), houve a cerimônia final do prêmio Africa Netpreneur Prize Initiative (ANPI), que reconhece os melhores empreendedores do continente africano. Participaram do evento em Acra, capital de Gana, os dez finalistas da competição de startups, além de Jack Ma, criador, apresentador e principal investidor do prêmio. A vencedora do concurso foi a nigeriana Temie Giwa-Tubosun, fundadora da LifeBank Nigéria.

LifeBank é uma startup de logística e dados para a área de saúde e Temie, CEO da empresa, foi considerada pela BBC, em 2014, uma das 100 mulheres que estão transformando o planeta. Com o primeiro lugar no ANPI, a empresa receberá um investimento de US$ 250 mil de Jack Ma, fundador da gigante chinesa Alibaba.

Ao todo, foram distribuídos US$ 1 milhão para as dez startups finalistas. Além do prêmio para o primeiro lugar, o segundo e o terceiro ficaram com, respectivamente, US$ 150 mil e US$ 100 mil. As sete empresas restantes receberam partes iguais de US$ 60 mil.

Um ano antes de renunciar ao posto de presidente do conselho da Alibaba, Jack Ma passou a projetar seu futuro. Entre os planos do empreendedor está o fomento ao ecossistema de inovação africano. Para tanto, criou um fundo de US$ 10 milhões, que será destinado à premiação do ANPI ao longo de dez anos.

“Os jovens são a esperança da África. Por isso, decidimos começar este prêmio”, disse Ma durante a premiação. “A maioria das pessoas vê a África hoje e diz que não há comércio eletrônico, logística ou pagamento. Para mim, é tão familiar. A África hoje é como a China há 20 anos. Porque não tínhamos nada, e aí está a oportunidade”.

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários