AMD licenciará tecnologia de processamento de gráficos à Samsung

O acordo pode dar à Samsung uma vantagem em aplicações de Realidade Aumentada e Virtual de alto desempenho

0
shares

A AMD licenciará sua propriedade intelectual (IP) de processamento de gráficos à Samsung para uso em dispositivos móveis, incluindo smartphones. A Samsung pagará taxas e royalties de licença de tecnologia da AMD. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (3), por  meio de comunicado à imprensa, mas as empresas não divulgaram os termos do acordo.

“Esta parceria estratégica estenderá o alcance de nossos processadores gráficos de alto desempenho Radeon para o mercado de telefonia móvel, expandindo significativamente a base de usuários e o ecossistema de desenvolvimento desta tecnologia”, disse Lisa Su, presidente-executiva da AMD.

As placas Radeon da AMD competem com os processadores gráficos da Nvidia. O acordo representa mais uma vitória para a AMD, depois que os chips da companhia foram recentemente escolhidos pela Sony para equipar a próxima geração do console de videogame PlayStation.

Com este acordo, a Samsung está fazendo um investimento significativo para atualizar 0 desempenho gráfico de seus smartphones e gadgets. O movimento da Samsung também sinaliza que os seus futuros processadores focarão em gráficos com desempenho significativamente maior. Há, portanto, um esforço da Samsung em melhorar os seus gráficos para competir com a Apple.

A Apple fez um movimento semelhante há vários anos aproveitando o IP do PowerVR da Imagination Technology para construir sua própria unidade de processamento de gráficos. Em vez de criar uma equipe gráfica dedicada, a Samsung decidiu trabalhar com a AMD para criar soluções gráficas personalizadas que diferenciam a Samsung de outros fabricantes de smartphones Android. O acordo com a AMD pode dar à Samsung uma vantagem em aplicações Realidade Aumentada e Realidade Virtual de alto desempenho.

O acordo marca o retorno da AMD para o negócio de gráficos para smartphones, depois de vender sua unidade gráfica da Imageon para a Qualcomm em 2009. Com este acordo, a AMD está sinalizando que será mais agressiva no licenciamento eu IP em segmentos de mercado adjacentes ao seu negócio.

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários